Notícias

CARRO A GÁS TÊM A VIDA DO MOTOR ABREVIADA?

FiatStradaDiante de tantas dúvidas, resolvemos fazer a experiência nós mesmos para poder comprovar a realidade ou não deste mito.

A experiência: 
Fizemos a conversão em uma Strada 2000 16V que foi equipada com um kit Blitz BRC gerenciado . O sistema foi calibrado para o nível de mistura ideal. Vale lembrar que o motor 16 válvulas da Fiat é particularmente delicado e possui uma mão de obra mais cara que a 8 válvulas. Após rodar 300.000km o motor foi aberto e passou por um diagnóstico completo que apresentou os seguintes resultados:

MotorResultados  – Parte inferior: 

Foi constatado que a parte inferior do motor, (virabrequim, bronzinas, bielas, etc), apresentavam desgaste muito inferior à média observada em um motor desta idade rodando à gasolina.

Parte superior:

Foi constatado que a parte superior do motor, (válvulas, sedes e comando), apresentavam um desgaste discretamente superior a média observada em um motor desta idade também rodando à gasolina.

postoGNVParte de injeção de combustível líquido:

Tudo estava em  perfeito estado, desde a bomba de gasolina até os bicos injetores e mangueiras.
Conclusão
A Strada 2000 movida a GNV andou 300.000 km até ter seu motor aberto. A durabilidade observada na parte inferior do motor foi maior numa ordem de 40%. A isto se deveu o fato do combustível GNV , diferentemente da gasolina, ser completamente livre de impurezas que causam atrito nos componentes abreviando sua vida útil.

Motor-de-BMW-desmontadoAs condições da parte superior do motor foram muito parecidas com o apresentado em um motor a gasolina, sendo que as sedes de válvulas encontravam-se intactas e o restante apresentando um desgaste ligeiramente superior, talvez na ordem de 5%.

Não foi detectado nenhum tipo de ressecamento de nenhum tipo em parte alguma do motor ou do sistema de injeção.
A questão do ressecamento levantada pelo mito, se resume no seguinte: Algumas pessoas passam a usar somente o GNV, deixando a gasolina parada no tanque. Com o passar dos meses, a gasolina perde a maior parte de suas características devido a sua volatilidade, causando entupimentos no sistema de injeção de combustível líquido. Quando finalmente o motorista resolve usar a gasolina ou o etanol, o carro apresenta vários defeitos e inclusive travamento das válvulas, o que erroneamente é atribuído ao GNV na ocasião da retífica.
Daí o mecânico alega que o gás ressecou as mangueiras ou inclusive fez queimar a bomba de combustível e até o cabeçote, o que não é verdade. As queimas de bomba de combustível foi observada em carros que apresentavam um nível de combustível muito baixo fazendo-a funcionar em falso e provocando sua queima.

GNV -  Economia GarantidaEconomia 
Vale lembrar que após 300.000km, a Strada gerou uma economia de quase R$50.000,00, que daria para comprar dois carro iguais pelo valor da tabela. Não se assuste, basta fazer a conta: São R$0,17 a menos por cada quilômetro rodado; basta multiplicar.

Qualquer carro tem a vida do motor abreviada se a mistura ar-combustível for pobre independentemente do combustível usado. A questão é que muitas convertedoras utilizam mistura pobre para conseguir mais economia e isto sem dúvida abrevia a vida do motor. Para se ter uma idéia melhor do que é mistura pobre, basta lembrarmos como funciona um maçarico: a chama é fria se a mistura é rica, ou seja, o ar está fechado. Quando abrimos o ar, a mistura empobrece e a chama fica azul e muito mais quente. Agora imagine isto dentro de seu motor… Vem daí a idéia de que gás queima junta do cabeçote e etc. A chave da durabilidade de um motor a gás é o uso de mistura correta e isto só é possível através de sistemas gerenciados de boa qualidade e corretamente regulados, ou seja, qualidade de componentes e qualidade de mão de obra. É por isto que está cheio de oficinas que fazem conversões baratinhas por aí. Às vezes o barato sai caro.

Recomendações:
Utilize um sistema de boa qualidade, certifique-se de qual é mais indicado para seu carro.
Procure uma convertedora de ótima qualidade de mão de obra e conhecimento técnico.
Não deixe a gasolina parada no tanque.
Respeite as revisões a cada 10.000km.
Fuja de conversões baratinhas e convertedoras cheias de dogmas.
Vamos ser realistas. Depois de uma economia comprovada de R$50.000,00 após dois anos rodando sem parar, você ainda se preocupa se o GNV comeu ou deixou de comer as sedes das válvulas?

Faça um orçamento sem compromisso ou se preferir deixe sua mensagem, dúvidas, críticas ou sugestões abaixo.

ALPHA GÁS NATURAL LTDA. 

Endereço: Av. Dom Pedro I. 2221 –  CRISTO REDENTOR – TAUBATÉ – SP.  CEP: 12082-000

Telefones: (12) 3622-4646 – (12) 3621-9997

Comercial: contato@alphagasnatural.com.br

 

Outras Notícias:

 

Na semana passada o Ministro da Fazenda, Guido Mantega sinalizou a possibilidade de haver um reajuste do preço da gasolina ainda neste ano. Agora, no último domingo quem tocou no assunto novamente foi a presidente Dilma Rousseff.

Durante uma entrevista coletiva realizada em Brasília no último domingo, a presidente afirmou que o reajuste “pode acontecer em algum momento”, mas salientou que não está confirmando que haverá um aumento, e reforçou que “não tem competência para tomar essa decisão”, por isso também pediu para que o tema não fosse misturado com as eleições de outubro.

Tanto Mantega quanto Dilma afirmaram que, se houver aumento, ele será sistemático, como observado em 2012 e 2013, e não há risco do chamado “tarifaço”, que é quando os reajustes são constantes ou elevados. De acordo com o ministro Guido Mantega, em todos os anos houve reajuste pois “essa é a regra”, citou sem confirmar por questões de especulação do mercado financeiro. 01

O reajuste da gasolina vem sendo pleiteado pela própria presidente da Petrobras, Graça Foster, como forma de reduzir a defasagem dos valores praticados no Brasil em relação os valores do mercado internacional, o que afeta negativamente as finanças da companhia. A Petrobras atualmente tem uma dívida estimada em US$ 130 bilhões e no primeiro semestre deste ano teve lucro líquido de R$ 10,3 bilhões — uma contração de 25% em relação ao aos primeiros seis meses de 2013.

Essa retração no lucro deve-se principalmente ao fato de o preço da gasolina ser mantido em defasagem média de 14% em relação ao mercado internacional como forma de controle da inflação, uma vez que o insumo tem peso importante no índice. Com o arrefecimento da inflação neste segundo semestre, o aumento voltou à pauta do governo.

02

O último reajuste nos preços da gasolina foi em novembro de 2013, quando a Petrobras anunciou aumento de 4% nas refinarias, que representou uma alta de 3% ao consumidor final. A questão agora, é apenas saber de quanto será o reajuste e quando ele será feito.

Uma fonte anônima ligada ao governo disse à agência Reuters que o reajuste será e 5,5 a 6 %, e será feito após as eleições de outubro, o que poderia resultar em um aumento de 4 a 5% nas bombas. Contudo, o cálculo ainda é preliminar, e foi feito apenas para dar algum alívio à defasagem da Petrobras. Como a Petrobras pretende ter os preços em paridade com o mercado internacional até 2015, esse índice de reajuste pode chegar a 15% no próximo ano, representando um aumento de até 10% para o consumidor final.

Fontes:

O Globo

Estadão Economia

Para outras notícias vá ao rodapé do site.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s